A violência não é o mundo que a gente quer: encarceramento, militarização e guerra às drogas no centro do debate

Por Dara Sant’Anna e Lia Araújo* Contexto No Brasil, o povo negro vive uma violação de direitos e violências que é impacto de uma política danosa de guerra às drogas contra nossos corpos e territórios, que cotidianamente interrompe vidas e não resolve o tráfico. O massacre do povo negro não é novidade no país. No […]

Colômbia: mobilização popular enfrenta o poder militarizado, racista e patriarcal das elites

Por Lyda Forero* (Esse texto é uma transcrição com poucas adaptações da fala realizada por mim na live “Militarização e violência racista do Estado na Colômbia, Palestina e Jacarezinho”, promovida pela Marcha Mundial das Mulheres no dia 14 de maio de 2021). Foto: Colômbia Informa Colonialismo: antecedentes do autoritarismo e do racismo na Colômbia Para […]

Chacina do Jacarezinho é sobre violência militar e racista (ataques na Colômbia e na Palestina também)

Por Dara Sant’anna* Esse texto é uma transcrição (com poucas adaptações da fala realizada por mim na live “Militarização e violência racista do Estado na Colômbia, Palestina e Jacarezinho”, promovida pela Marcha Mundial das Mulheres no dia 14 de maio de 2021. Para assistir a gravação do debate, clique aqui. Contexto O massacre do povo […]

As vésperas do feriado de al-Fitr #PalestinaLivre

Nermeen Habboush*Gaza Eram 3 horas da manhã, apenas o amanhecer do Eid al-Fitr [celebração muçulmana que marca o fim do jejum do Ramadã], após um mês inteiro de jejum. Nosso sono foi abalado por fortes batidas na porta e muitos ruídos caóticos. Meu marido, duas filhas (Elaine 4 anos e Leen, 3 anos) e eu […]

Sobre o dia nacional das trabalhadoras domésticas

Texto originalmente publicado no Blog da Marcha Mundial das Mulheres do Rio Grande do Sul Abadia, em uma mesa de debate com Creuza Oliveira, no seminário sobre mulher e trabalho, 2019. É mais um dia que as trabalhadoras domésticas denunciam a precarização da vida [i]. No início da pandemia, segundo dados oficiais (PNAD Continua), as domésticas […]

SEGUIREMOS EM MARCHA ATÉ QUE TODAS SEJAMOS LIVRES!