Batucada Feminista

A Batucada Feminista é um grupo de mulheres militantes, feministas, anti-capitalistas e anti-racistas, que no Brasil surge em 2003 como mais um instrumento de luta da Marcha Mundial das Mulheres, e, faz parte das ações contra a mercantilização do corpo e da vida das mulheres. A batucada é um espaço irreverente e permanente de organização. Além de um instrumento utilizado para a discussão política é um instrumento de visibilidade das ações da Marcha, seja no espaço de auto-organização ou nos espaços de militância mista.
A Batucada é também um instrumento de ousadia na construção de novos ritmos, músicas e palavras de ordem a partir do cotidiano da vida e da luta das mulheres e que os retratam, seja na denúncia do machismo ou nas alternativas encontradas pelas mulheres para a construção de um mundo igual.
A Batucada é um espaço onde as mulheres podem criar e recriar. Além da música e dos ritmos militantes, mostramos nossa irreverência e organizamos debates. Discutir os temas globais da sociedade é um instrumento de reconstrução do nosso cotidiano.
Quando tocamos na batucada estamos dizendo que queremos outras práticas e que não aceitamos a cultura musical machista e preconceituosa que ouvimos todos os dias, seja no rádio, nos shows ou nos programas de TV, que utiliza as mulheres como iscas de mercado.
Os instrumentos que utilizamos nas batucadas são feitos prioritariamente de materiais reciclados ou que fazem parte do nosso cotidiano. Tambores de plástico, latas de querosene, latinhas de refrigerante e cerveja, cabos de vassoura, e garrafas plásticas são alguns deles.
Além do debate e alegria que a batucada proporciona, o ritmo ajuda a gerar concentração, unidade e força nos momentos de ação coletiva. Tocar é uma forma direta de ação política, de levar o feminismo para os olhares e ouvidos da rua, expressando nossas lutas ocupando o espaço público. Aprendemos a nos organizarmos e coordenar nossos próprios ritmos de forma criativa e inclusiva. Batucar é divertido, nos faz sentir bem e eleva os espíritos frente à adversidade.
Organizar uma batucada feminista é uma ação militante bem prazerosa e fácil de desenvolver.

Dicas para montar uma batucada:

1º passo – Reunir um grupo de mulheres interessadas nessa idéia.

2º passo – Procurar materiais como tambores de plástico (aqueles que se usa para armazenar água ou colocar lixo), latas de querosene ou óleo (redondas ou quadradas), latas de leite em pó, latinhas de aluminio, cabos de vassoura (para fazer as baquetas), arame, elástico ou liga, fita isolante, prego, furadeira, spray ou outra tinta, cordas, retalhos de tecido e tesoura e o que mais a imaginação pedir para a construção dos instrumentos.

3º passo – Agora é só criar ritmos para a batucada!

Comments

  1. Rochelle Lobo says:

    Mulheres podem contar comigo nessa batucada aí, é só chamar bjs

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

SEGUIREMOS EM MARCHA ATÉ QUE TODAS SEJAMOS LIVRES!

%d bloggers like this: