Vídeos

Feminismo em Marcha (2013)

Vídeo feito a partir do 9º Encontro Internacional da Marcha Mundial das Mulheres, que aconteceu em agosto de 2013, em São Paulo. O vídeo foi produzido pela SOF-Sempreviva Organização Feminista, em conjunto com integrantes do Coletivo de Comunicadoras da MMM, que foi criado durante a cobertura do Encontro.

 

Seguiremos em marcha até que todas sejamos livres (2010)

Documentário da Marcha Mundial das Mulheres

Entre os dias 8 e 18 de março mulheres brasileiras mostraram, mais uma vez, sua força e organização. Sob o lema “Seguiremos em marcha até que todas sejamos livres” cerca de três mil mulheres marcharam em média 12km durante dez dias entre as Campinas e São Paulo. A mobilização reuniu mulheres vindas de todos os estados brasileiros, de diferentes raças, idades e origens e contou com uma importante jornada de formação feminista acentuando cada vez mais nossa presença entre as mulheres sindicalistas, jovens, rurais, urbanas e etc.

A 3ª Ação Internacional tem como eixos principais quatro campos de ação que falam diretamente à realidade das mulheres: autonomia econômica, violência contra a mulher, paz e desmilitarização e bens comuns e serviços públicos. Os eixos foram adaptados à realidade das mulheres brasileiras e deram os contornos da plataforma política apresentada à sociedade a ao Estado. Entre as reivindicações estão: a criação de aparelhos públicos que contribuam com a socialização do trabalho doméstico, a não privatização de nossos recursos naturais, o aumento do salário mínimo, o fim de todas as formas de violência contra a mulher, a realização da reforma agrária e a legalização do aborto.

A mobilização é parte do calendário da 3ª Ação Internacional da Marcha Mundial das Mulheres, que acontece entre 8 de março e 17 de outubro de 2010. No primeiro período, mais de 20 países fizeram atividades de lançamento da 3ª ação, manifestações públicas e marchas de diferentes formatos. O encerramento da 3ª Ação Internacional será em Kivu do Sul, na República Democrática do Congo. Realizadas de cinco em cinco anos, as Ações Internacionais reúnem mulheres de vários países em grandes atos, mobilizações e atividades, que têm como objetivos centrais denunciar as condições de desigualdade em que vivem as mulheres e impulsionar a luta feminista para a transformação de nossas realidades — e do mundo.

Mais informações: http://www.sof.org.br/ação2010

e-mail: marchamulheres@sof.org.br | Tel: 55 11 3819-3876

Nosso Corpo Nos Pertence? (2014)

O vídeo produzido pela SOF-Sempreviva Organização Feminista apresenta reflexões feministas sobre a mercantilização do corpo e da vida das mulheres, sobre a construção social da sexualidade e a prostituição. O vídeo foi produzido com apoio da Fundação Heinrich Böll Brasil.

Mulheres Invisíveis (2010)

Vídeo documentário produzido pela Sempreviva Organização Feminista (SOF), com apoio da Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM) abordando o tema das mulheres e o mercado de trabalho.

São Paulo (SP) / 2010  – Mais informações: http://www.sof.org.br/

 


Ação da Marcha Mundial das Mulheres no BNDES durante a Cúpula dos Povos (18/06/2012)

#OcupaBNDES — Banco Nacional Da Exploração Sexual

No dia 18 de junho de 2012, a Marcha Mundial das Mulheres realizou uma ação de resistência, denominada Rosa Luxemburgo, em frente ao Banco Nacional do Desenvolvimento, o BNDES, na sede do Rio de Janeiro.
A ação se consistiu em uma batucada feminista e colagem de lambe-lambe que dialogavam com a justiça social e ambiental e com a exploração e mercantilização da vida e do corpo das mulheres. Contou com a participação de 40 militantes da MMM.

Ainda durante a ação, indígenas de diversas etnias do Brasil, ocuparam o espaço do BNDES. Eles exigiram se reunir com algum representante do banco. Em solidariedade e reafirmando que são nas lutas coletivas que existe a possibilidade de conquistas, as militantes da MMM mantiveram-se no BNDES batucando e chamando palavras de ordem como “Ó Belo Monte tem que parar a sociedade não vai mais aguentar”.

Contra a exploração sexual e o desenvolvimento insustentável

O BNDES é uma instituição que empresta dinheiro para que grandes corporações tenham capital financeiro, sendo assim, é responsável pelo financiamento de grandes obras do desenvolvimento brasileiro. Essas por sua vez contribuem para a exploração sexual e a mercantilização da vida das mulheres. É característico que nas regiões onde grandes obras estão sendo construídas, a prostituição e os estupros aumentem. Por exemplo, em Estreito, no Maranhão, existem 240 casas de prostituição e os operários que trabalham na construção da usina utilizam um cartão que eles chamam de cartão dos prazeres, como informado na CPI contra a violência contra a mulher, obteve informações.

Leia também a matéria sobre a ação, publicada no site Radio Mundo Real:

http://www.radiomundoreal.fm/5637-movilizacion-de-las-mujeres-en-la?lang=es


Você é o que você bebe? Parte #1 (2010)

Jovens da Marcha Mundial das Mulheres percorrem bares da capital de São Paulo, tentando descobrir o que consumidores(as) de cerveja pensam sobre as propagandas.  O vídeo foi produzido através de uma ação-direta da Fuzarca Feminista (núcleo jovem da MMM em São Paulo), após uma atividade de formação sobre o assunto da mercantilização de nossos corpos.  A ideia foi fazer um “piloto” para próximos vídeos que discutam esse tema, estimulando mais meninas a gravarem entrevistas em suas cidades também.


formAÇÃO FEMINISTA (2010)

Intervenção urbana feita pela Fuzarca Feminista depois de uma atividade de formAÇÃO sobre violência contra as mulheres, em São Paulo (SP).

Comments

  1. EDNA MARIA VIEIRA says:

    Eu, sou Edna Vieira,militante da Marcha das mulheres,estou afastada,tive problemas de saude,entre outros mil. Sou um milagre de Deus.pedi ao SENHOR,PRA ME CURA,
    E papai foi fiel,estou viva.Parabeniso,as companheiras,da marcha das mulheres,SOMOS GUERREIRAS.SOU APAIXONADA,PELA MARCHA DE MULHERES.De todos os MOVIMENTOS FEMINISTA QUE PARTICIPO,A MARCHA É A QUE EU MAIS GOSTO
    TENHO MUITAS SAUDADES!
    BEIJOS!!!!!!!!!!!

  2. EDNA MARIA VIEIRA says:

    SEGUIREMOS EM MARCHA ATE QUE TODAS SEJAMOS LIVRES!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

SEGUIREMOS EM MARCHA ATÉ QUE TODAS SEJAMOS LIVRES!

%d bloggers like this: