Um relato feminista e antissistêmico sobre o breque dos apps

Por Maisa Marinho* No dia 01 e julho, em plena crise sanitária, entregadores de aplicativos em diversas cidades se mobilizaram pelo Brasil para reivindicar melhorias nas condições de trabalho sub-humanas nas entregas de delivery por aplicativos como Uber Eats, Ifood e Rappi. Essa categoria tem sido essencial para os que estão em quarentena no Brasil […]

A (re)produção do viver em tempos de pandemia: reflexões sobre as tarefas de cuidado

Por Maria Clara Maia e Izabella Sabatini* O feminismo traz a questão do cuidado e da sustentabilidade da vida humana como ponto central para o entendimento dos limites da democracia e da organização social, política e econômica. Conforme discutido por Carrasco (2003), o conflito mais profundo do sistema social e econômico seria a tensão existente […]

As vísceras abertas do capitalismo pelo coronavírus 

*Por Analine Specht A pandemia do coronavírus escancara como nunca o avanço do capital sobre a vida e os corpos da classe trabalhadora. Na história da humanidade diversas epidemias e pandemias assolaram e dizimaram milhares de pessoas. A pandemia do novo coronavírus que ocorre durante a era da informação faz com que as notícias cheguem […]

Dia Internacional da Mulher: a origem operária e socialista do 8 de Março

*Por Maria Fernanda Alves Garcia Montero No dia 04 de fevereiro de 2020 o grupo de estudos e leituras Feminismo em Marcha retomou suas atividades com a leitura e discussão do livro As origens e a comemoração do dia internacional das mulheres, de Ana Isabel Álvarez Gonzáles. A ideia de começar o ano com esse […]

Meu caminho até a militância feminista na Marcha Mundial das Mulheres

Por Maria Fernanda A.G. Montero* O presente texto é um relato e, como tal, exigiu uma certa dose de coragem (para partilhar com vocês coisas que normalmente só se partilha com aqueles que nos são próximos) e um pouco de desconstrução do eu (no sentido de mudança de postura frente a algumas coisas). E, sendo […]

SEGUIREMOS EM MARCHA ATÉ QUE TODAS SEJAMOS LIVRES!