A raiva que se sente “delas” e a luta que fazemos: a chacina misógina de Campinas

Glaucia Fraccaro e Fabiana Oliveira* Na madrugada da virada do ano de 2017, Sidnei Araújo invadiu uma casa no interior de Campinas onde acontecia uma festa de réveillon. Matou a ex-esposa, o filho e mais dez pessoas, entre membros da família, amigos e amigas. O assassino se matou e deixou uma carta amplamente divulgada pela […]

Não podemos deixar o luto parar a luta

*Por Helena Rossi e Dandara Rosa Nos desculpe pela demora. Mas estávamos muito abaladas para conseguir escrever. Ainda estamos, mas não podemos deixar o luto parar a luta. Nessa semana o estupro ocorrido na Zona Oeste chocou o Brasil, o mundo e abalou profundamente mulheres. Após o ocorrido vimos uma rede enorme de solidariedade com […]

Mais um para o bê-a-bá da Cultura do Estupro

  *Por Karina Morais Desde que nascemos somos construídas a naturalizar as opressões de gênero e a nos responsabilizarmos por toda e qualquer violência que nos acometa. Nos mandam fechar as pernas antes mesmo que nos compreendamos enquanto sujeitos, para domesticar nossos corpos e porque nossas fraldas também são atraentes a muitos homens (cruelmente não […]

O golpe, os direitos das mulheres e o combate à violência

*Por Liliane Oliveira A criação de um departamento na Polícia Federal para combater à violência contra a mulher foi anunciada pelo governo golpista como sua resposta ao chocante caso de estupro coletivo que ocorreu no Rio de Janeiro esta semana. Primeiro, o governo golpista entregou o Ministério da Justiça a uma figura altamente controversa em […]

Pornografia, a retroalimentação da indústria/cultura do estupro

Por Mahara Jneesh* Muito tem se falado da “cultura do estupro” depois do último acontecimento com a irmã de 16 anos no Rio, as feministas já batem nessa tecla faz algumas décadas, e continuaremos! Algumas coisas precisam ser lembradas nessa realidade bizarra que vivemos dentro da cultura do estupro. Quero falar sobre a cultura do […]

SEGUIREMOS EM MARCHA ATÉ QUE TODAS SEJAMOS LIVRES!