Não, não é engraçado

Certamente, todos aqueles que têm o hábito de acessar a internet veem e compartilham, no caso do facebook, uma série de piadas que os fizerem rir, acompanhando essas piadas também podem ser vistas nos comentários dos amigos uma série de reações as mesmas, ou ainda o compartilhamento das notícias de processos em cima desse ou […]

“Sexo e as Negas”: nosso corpo na berlinda da mídia e do imaginário social

Por: Moara Correa e Bruna Rocha* Não é necessário assistir à minissérie de Miguel Falabella para entender o seu papel semântico na sociedade brasileira, sobretudo em um momento como este, onde o povo negro começa a acessar políticas direcionadas à Reparação Racial no Estado. Aliás, o povo negro e, sobretudo, nós mulheres negras não merecemos […]

Coletivo de Comunicadoras debate comunicação feminista

Por: Bruna Rocha* O coletivo de Comunicadoras da Marcha Mundial das Mulheres deu início, nesta sexta-feira (14/02), à sua primeira oficina de capacitação, discussão e organização das tarefas para a construção de uma comunicação feminista. O coletivo foi formado a partir da equipe de comunicação do 9º Encontro Internacional da Marcha, realizado em agosto de […]

Mídia machista: somos mulheres e não mercadoria

MMM realiza intervenção urbana contra publicidade sexista em Mossoró (RN) Por: Camila Paula* Andando pelas ruas da cidade, as pessoas se deparam com: “coma duas, pague uma”. Essa é a frase dos outdoors do Motel Vert, espalhados por toda Mossoró (RN). É uma campanha criativa? Engraçada? Não. É apelativa, ofensiva e atinge diretamente a nós, […]

Regulamentar a comunicação pelo combate ao machismo no imaginário brasileiro

Por Bruna Rocha* Nesta semana (entre os dias 13 e 20 de outubro), diversas entidades da sociedade civil brasileira convergem forças para o recolhimento de assinaturas do Projeto de Lei de iniciativa popular[1] por um novo Marco Regulatório das Comunicações em nosso país. A Semana Nacional pela Democratização da Comunicação é um momento oportuno para […]

SEGUIREMOS EM MARCHA ATÉ QUE TODAS SEJAMOS LIVRES!