Para além do escracho: é preciso romper com as amarras do patriarcado

*Por Mariana Lacerda Quando eu li o post mais compartilhado na minha bolha esses dias, fiquei triste pelo fato, mas nada que eu fosse jogar minhas energias, afinal tem tanta coisa mais dura aqui do meu lado para eu dar meu tempo, atenção, visibilidade e tal. Mas como o facebook é uma bolha, todas(os) à […]

Garotas Mortas

*Por Luíza Mançano Passei a última semana pensando em escrever um texto,  uma análise literária sobre um livro, Chicas muertas, da escritora argentina Selva Almada, publicado em 2014. Uma crônica sobre o feminicídio na Argentina. Uma crônica sobre o assassinato de três garotas na década de 1980: Andrea Danne, Maria Luisa Quevedo, Sarita Mundín. Três mulheres […]

Sobre ser mulher negra na era da precarização da vida

Por Bruna Rocha* 25 de Julho. Dia da Mulher Negra, Latino-Americana e Caribenha. Dia de luta cravado no auge do neoliberalismo, em 1992, como marca de nossa resiliência no 1° Encontro de Mulheres Afro-latino-americanas e Afro-caribenhas, na Republica Dominicana. Uma perspectiva internacionalista sobre os desafios colocados para as nossas vidas num momento em que o […]

Rodrigo Hilbert e a supervalorização do razoável

Por Fabiana Oliveira* Faz tempo que o discurso da “desconstrução” tem contaminado nossos debates e, sobretudo nas redes, ganha força e adesão. “Ele é descontruído”, “ele está se descontruindo”, afirmam algumas de nós para falar de alguns companheiros (ou nem tanto) de luta e de vida, reforçando a ideia de que alguns homens podem não […]

Rodrigo Hilbert e as masculinidades parceiras que merecemos

Por Gabriela Monteiro* Não sei se aconteceu alguma coisa em especial, mas a timeline esses dias tá cheia de gente falando bem x falando mal do Hilbert. Não lembro quem disse que o mundo se divide em dois tipos de pessoas: aquelas que dividem o mundo em dois tipos de pessoas e as que não. […]

SEGUIREMOS EM MARCHA ATÉ QUE TODAS SEJAMOS LIVRES!