As águas de março banhando a nação

WhatsApp Image 2018-03-28 at 18.21.15.jpeg

*Por Ranúzia Netta

 

“É pau, é pedra”, é morte, é tiro, é um Estado falido, é repressão, é militarização e muita desumanização…

As águas de março, não fecham o verão, as águas de março marcam uma estação permanente de luta, de denúncia, de revolução. As águas de março marcam a marcha contínua das mulheres em atos de ruas, em ocupações, em cuidados, diálogos, e formações. As águas de março são correntezas infindáveis, com volumes não mensuráveis, elas, estão em todas nós, em todas as vozes que ecoam nas casas, nos roçados, nas ruas, nos CAPS, nas cadeias, nas igrejas, em todos os lugares.

As águas de março representam as mulheres que fizeram, fazem e continuarão fazendo histórias, que questionam a hegemonia do poder, que confrontam o machismo, o patriarcado, a violência, o racismo e o capitalismo.

WhatsApp Image 2018-03-28 at 18.13.41.jpeg

As águas de março, são caminhadas com muitos pés, são forças em muitas mãos, são emoções em muitas vidas. Essas águas banham a terra, banham histórias, banham sementes, sementes que se espalham com o vento.

As águas de março abriram as represas que deixaram feridas, mas que mobilizaram vidas, águas de março que são Marielle Franco, as águas de Março que são professoras, as águas de março que são agricultoras, as águas de março que são TODAS as mulheres, que rompem todos os dias, horas e minutos com o silenciamento, a opressão, e o controle dos nossos corpos, territórios e mentes.

As águas de março, marcam as ocupações das Mulheres na CHESF, na Nestlé, contra a privatização das águas, porque essas águas, são águas do povo, são bens naturais de todas nós, são bens territoriais de todas nós, são bens sociais de todas nós. Não aceitamos e não aceitaremos que se tornem mercadorias.

WhatsApp Image 2018-03-28 at 18.06.08.jpegAs águas de março, fazem de nós, mulheres mais fortes! Fazem de nós, mulheres que lutam contra todas as formas de violência, contra a militarização do estado, contra o extermínio das negras e negros, contra a LBTfobia, contra a pobreza, contra a criminalização dos movimentos sociais, contra a ofensiva neoliberal que ataca a democracia e as nossas vidas em suas infinitas reformas e PECs.

As águas de Março, somos nós e todas as nossas lutas por justiça, liberdade, democracia, igualdade. A luta pela descriminalização e legalização do aborto, e por um projeto de sociedade que seja feminista, antirracista, colorido e popular.

As águas de março… essas águas existem, resistem e se espalham ultrapassando qualquer limite.

 

*Ranúzia Netta é militante da Marcha Mundial das Mulheres em Pernambuco.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

SEGUIREMOS EM MARCHA ATÉ QUE TODAS SEJAMOS LIVRES!

%d bloggers like this: