Estão chegando as decididas

Cartaz da Marcha das Margaridas 2015

Cartaz da Marcha das Margaridas 2015

*Por Wilma dos Reis

A Marcha das Margaridas surgiu em 2000 e teve como objetivo denunciar o projeto neoliberal em curso no Brasil, assim como, apresentar uma pauta de reivindicações para negociação com o governo da época, de Fernando Henrique. Nas edições seguintes, 2003, 2007 e 2011 parte dessas reivindicações continuam na pauta.
Atualmente, após a realização destas quatro Marchas, as trabalhadoras do campo, da floresta e das águas, contabilizam várias conquistas, embora haja muito por construir em termos de políticas estruturantes e políticas públicas para as mulheres.
Com o lema “As Margaridas seguem Marcha por Desenvolvimento Sustentável com Democracia, Justiça, Autonomia, Igualdade e Liberdade”, estas mulheres seguem na construção da 5ª Marcha das Margaridas, que acontecerá nos dias 11 e 12 agosto de 2015, em Brasília/DF. O Ato de Lançamento ocorreu em 11 de novembro de 2014, em Luziânia/GO, desde então as Margaridas vêm se organizando e realizando formações.

Oficina de preparação para a Marcha das Margaridas

Oficina de preparação para a Marcha das Margaridas

Entre os dias 26 e 30 de janeiro, aconteceu em Brasília/DF, a Oficina d formação para a construção da plataforma política da 5ª Marcha das Margaridas. Foram realizados debates de aprofundamento dos temas, o que culminou no encaminhamento das propostas que irão compor os sete eixos da plataforma, que são: I – Biodiversidade e Democratização dos Recursos Ambientais; II – Terra, Água e Agroecologia; III – Soberania e Segurança Alimentar; IV – Autonomia Econômica, Trabalho e Renda; V – Educação não Sexista, Sexualidade e Violência; VI – Saúde e Direitos Reprodutivos; e VII – Democracia, Participação e Poder.
Nesta edição, as trabalhadoras têm como tarefas o monitoramento das conquistas, a identificação dos próximos desafios que enfrentarão e o fortalecimento na incidência da concretização destas conquistas nas vidas das mulheres em todos os níveis, desde o local ao nacional.
Participaram desta construção representantes das trabalhadoras rurais de vários estados brasileiros, além das entidades parceiras, como a Marcha Mundial das Mulheres – MMM, Central Única dos Trabalhadores – CUT, Articulação de Mulheres Brasileiras, União Brasileira de Mulheres – UBM, Movimento da Mulher Trabalhadora Rural do No Nordeste – MMTR-NE, Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil-CTB, dentre outras.
Os próximos desafios são a sistematização e finalização da plataforma política, a construção da pauta, que é feita a partir dos estados e a mobilização das mulheres, já que a expectativa é que 100 mil mulheres participem na Marcha de 2015. Segundo Alessandra Lunas, Secretária de Mulheres Trabalhadoras Rurais da CONTAG “É um momento importante de empoderamento das mulheres e de suas próprias demandas. É um momento de visibilidade importante e adquiriu reconhecimento ao incidir nas políticas, mobilizar as mulheres e fortalecer a autoestima”.

Seguiremos em Marcha até que todas sejamos livres!!!

*Wilma dos Reis é militantes da Marcha Mundial das Mulheres no Distrito Federal e integra o Coletivo de Comunicadoras

Comments

  1. eu estou de volta e quero participar da macha das margaridas não me deixe de fora

  2. maria ivone da silva says:

    gostaria de obter informação pois pretendo levar uma caravana em agosto nos ajude des de já agradecemos

  3. maria ivone da silva says:

    gostaria de obter informação pois pretendo leva uma caravana em agosto nos ajude por favor dés de já agradecemos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

SEGUIREMOS EM MARCHA ATÉ QUE TODAS SEJAMOS LIVRES!

%d bloggers like this: