Desconstruindo o machismo no meio social, combatendo o patriarcado no “forró da capitá”

Restaurante Casablanca-LarissaNo mês de junho, dois grandes eventos acontecem no Brasil: a Copa do Mundo e  o São João – este último com destaque na região Nordeste do país. Ambos fazem parte de uma estrutura social patriarcal, que fortalece ideais machistas, homofóbicos, burgueses e eurocêntricos, influenciando diretamente comportamentos em todos os segmentos da sociedade (economia, cultura, política, educação, etc.). As grandes vítimas desse processo são as mulheres, que se tornam dependentes, em vários aspectos dos homens. Nós somos silenciadas, anuladas, roubadas, marginalizadas, discriminadas, vendidas, abusadas, levadas a acreditar em “verdades” que não são as nossas “verdades”. Somos obrigadas a “prazeres” que não são os nossos “prazeres” e assim vamos por caminhos que também não são os nossos.

Deste modo, nós da Marcha Mundial das Mulheres do Agreste de Pernambuco, da região Nordeste do Brasil, vivenciando o mês junino e a Copa do Mundo, mostramos a nossa cara! Marchamos e marcharemos para que a mulher tenha autonomia em escolher seus caminhos, seus e/ou suas companheiros/companheiras. Marchamos contra a opressão social, contra a mercantilização dos corpos, contra a violência psicológica, física e sexual. Enquanto feministas, vamos de encontro aos caminhos ditados, vamos lutar para acabar com a desigualdade entre mulheres e homens, entre brancas e negras, entre ricas e pobres. Enojamos ações que mandam nos nossos corpos e nos nossos desejos. Lutamos pela liberdade, liberdade incondicional, liberdade em todos os âmbitos, sejam eles sociais, econômicos, culturais, políticos e sexuais.

Através das nossas diferenças nos unimos por igualdade e visibilidade, queremos marcar o nosso espaço e deixar clara a nossa indignação contra o turismo sexual, que acontece com frequência no Brasil, principalmente em época de Copa do Mundo.

Somos enfaticamente contra o disciplinamento dos corpos, contra a normalização da prostituição que gera lucro para os cafetões e que coloca as mulheres prostitutas em condições sub-humanas, sendo violentadas e discriminadas. Somos contra a banalização e a subordinação sexual da mulher para o homem. Somos contra os princípios e valores fixos na nossa cultura, nas nossas leis, que estabelecem modelos de sociedade, modelos de sexualidade, modelos de corpos, modelos de mulheres, modelos de pessoas.

Dessa forma, neste São João, festividade que é marca do Nordeste, marchamos pelas ruas de Caruaru-PE (Capital do Forró), onde colocamos cartazes por toda a cidade: nas paredes, nos postes, nos pontos de ônibus – sobretudo em pontos turísticos e de grande movimentação. Além disso, panfletamos, dialogando com pessoas nas ruas e nos bares. Estivemos e estaremos (até o fim dos festejos juninos) presentes no Pátio do Forró – principal local das festas dessa época da cidade, onde ocorrem os shows com grande movimentação de pessoas – enquanto movimento social da Marcha Mundial das Mulheres e feministas individualmente, desenvolvendo ações contra atitudes de violência e abuso sexual, fiscalizando a execução das músicas que marginalizam nós mulheres e que nos colocam em condições de objeto masculino, nos banalizando e ridicularizando.

É preciso deixar claro que as nossas ações são enfrentamentos contra a realidade das cidades, dos estados e do país, dominados pelo machismo. Por isso, o nosso grito é “Seguiremos em marcha até que todas sejamos livres!”. Somos partes de um todo, somos partículas que se transformam e propagam as transformações, em um processo infinito de desconstrução e construção.

*Por Comitê da Marcha Mundial das Mulheres – Agreste

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

SEGUIREMOS EM MARCHA ATÉ QUE TODAS SEJAMOS LIVRES!

%d bloggers like this: