Como denunciar o assédio sexual no trabalho

Por: Iolanda Ide*

Se for assediada sexualmente no trabalho, em vez de ficar deprimida, denuncie!

Você pode ir à Delegacia da Mulher ou telefonar para 180 (todos os dias, 24 horas, também nos sábados, domingos e feriados)

Não é fácil provar um assédio sexual no trabalho. Mas você pode fazer uma denúncia anônima no site do Ministério do Trabalho e Emprego. Se ocorrer mais de uma denúncia, o Ministério do Trabalho poderá abrir inquérito e promover uma ação pública contra a empresa.

COMO FAZER UMA DENÚNCIA ANÔNIMA SOBRE ASSÉDIO NO TRABALHO ao MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO

Acesse http://portal.mte.gov.br/

Clique em Fale Conosco

No fim da página, clique no quadrado em que está escrito Registre e Consulte aqui sua mensagem para o Fale Conosco

Escreva sua denúncia no espaço em que está escrito Mensagem

Em seguida, selecione:

A mensagem envolve Seguro Desemprego, Abono Salarial, CAGED, FGTS e/ou RAIS?  Escolha Não

Escolha a forma de resposta : E-mail

Tipo de usuário: Anônimo

Clique em avançar

Será pedido para preencher dados

Se quer fazer uma denúncia anônima, preencha apenas o quadros assinalados com * :

Sexo

Faixa etária

Escolaridade

UF

Cidade

E-mail

Clique em enviar mensagem

Será aberta uma página em que está escrito: Mensagem cadastrada.

Anote o número da mensagem e a senha.

Você pode alterar ou complementar sua mensagem ou dados, e também consultar mensagem acessando o site: bit.ly/1jLog51

Após acessar, use o número da mensagem e a senha recebida.

 

violenciammm

* Iolanda Ide é militante da Marcha Mundial das Mulheres de São Paulo.

 

Comments

  1. Iolanda.
    Você disse que se houver mais de uma denúncia, o Ministério do Trabalho irá investigar. Como convencer colegas a denunciarem? Há muito medo de ser prejudicada e humilhada no trabalho, então, a grande maioria prefere ficar quieta, pois não há prova senão a testemunhal. Os agressores costumam agir sem deixar testemunhas. Eu sei de dez mulheres que foram assediadas no trabalho pelo mesmo agressor, mas a maioria tem medo de falar.
    Obrigada.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

SEGUIREMOS EM MARCHA ATÉ QUE TODAS SEJAMOS LIVRES!

%d bloggers like this: