Violência contra a mulher não é o mundo que a gente quer. Estamos atentas!

A violência contra a mulher não é o mundo que a gente quer!

Hoje, assistindo à TV, me deparei com o apresentador Geraldo Luís (do Balanço Geral), que passa ao meio-dia na TV Record, incitando a violência contra a mulher em um programa de grande popularidade e ibope neste horário. O apresentador exibiu uma matéria na qual uma mulher teria passado a noite como prisioneira de seu marido viciado em drogas. Ele a agrediu de forma violenta, a policia foi chamada, a mulher retirada do cárcere, mas não quis fazer o B.O.

Ao término da matéria, Geraldo Luís emitiu o seguinte comentário: “tem mais é que apanhar mesmo e apanhar bem, já que ela se recusou a fazer o B.O. Porque é mulher de malandro e gosta de apanhar. Já que desperdiçou todo aparato da policia que estava cuidando do caso”, disse também que ela não deveria ter medo e denunciar o vagabundo, que em breve a mesma receberia uma facada, já deixando a entender que assim a mesma estaria feliz.

Ao ver tamanha violação fiquei indignada, logo de pronto fui procurar como reclamar sobre este apresentador, entrei no site da TV Record e na página do programa e vi que lá tinha um chat de conversa ao vivo com ele. No chat, expus minha indignação, falando que nenhuma mulher gosta de apanhar, que o apresentador estava pregando a violência contra a mulher, que nós lutamos todos os dias contra isso e como pode ele vir a público e usar o poder da mídia para dizer que mulher tem que apanhar e apanhar bem, mas não obtive respostas.
Então resolvi ligar para a TV Record e falar da minha indignação, nós sabemos o quanto é difícil para uma mulher vitima de violência romper o ciclo. Sabemos que há vários fatores que impedem está mulher de fazer a denúncia. Ela suporta a situação de violência por inúmeros fatores: situação financeira, filhos, amor, medo e muito mais. Essa mulher acredita que a situação de violência em que vive poderá mudar sem que seja necessária a denúncia.

É muito difícil dar o primeiro passo, então consegui passar por telefone que este apresentador não pode incentivar a violência contra a mulher seja ela quem for. Sugeri que ele faça matérias para saber o quanto é difícil romper o ciclo da violência e que se retrate, recebi a resposta que naquele momento era impossível a retratação.

Então resolvi falar sobre o ocorrido no Facebook e chamar todas as companheiras a também telefonarem e cobrar que violência contra a mulher não é o mundo que a gente quer. A companheira Anninha também ligou e cobrou providências, falando que ele tem que se retratar e que nós da Marcha Mundial estamos atentas e poderemos fazer um protesto na rua. Já soube que não é a primeira vez que este apresentador incita a violência contra as mulheres, no caso dos pagodeiros que estupraram as meninas na Bahia, ele também disse “bem feito, quem mandou as meninas ficarem atrás dos pagodeiros?”, querendo dizer que elas queriam ser estupradas.

Então, caras companheiras, devemos lutar contra tudo isso, a nossa luta é todo dia, somos mulheres, e não mercadoria. Não nascemos para apanhar, queremos respeito e esse cara não pode usar o poder que tem na mídia para dizer que mulher gosta e merece apanhar. O vídeo da matéria já está no Facebook, vamos todas juntas mostrar o tamanho de nossa indignação, seja telefonando, seja indo para rua, até que TODAS SEJAMOS LIVRES E SE TEM VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER A GENTE METE A COLHER.

Comments

  1. Muito bem Wilminha , seu relato foi direito , mostra como é importante estamos atenta , parabéns , mexeu com uma mexeu com todas.

  2. É isso, não dá pra calar! O negócio é botar a boca no trombone mesmo!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

SEGUIREMOS EM MARCHA ATÉ QUE TODAS SEJAMOS LIVRES!

%d bloggers like this: